Bastidores

Ramiro processa Corinthians e cobra R$ 6,3 milhões de direitos de imagem

Um mês depois de não ter o seu contrato renovado com o Corinthians, o meio-campista Ramiro entrou com uma ação judicial contra o clube e cobra R$ 6,3 milhões de indenização. Segundo informações do portal “Meu Timão”, os advogados do jogador alegam que o time paulista não pagou as parcelas referentes aos direitos de imagem do contrato.

Desenvolvido por365Scores.com

De acordo com a ação movida, o Timão se comprometeu no ato de sua contratação a pagar o valor de R$ 2 milhões em quatro parcelas de R$ 500 mil, que seriam pagas no último dia de março de 2019, 2020, 2021 e 2022.

Além disso, outro valor que o clube se comprometeu a pagar foi o montante de 500 mil euros, em parcela única, no último dia de agosto de 2020. Na época, o valor equivalia a R$ 3,2 milhões.

Foto: Rodrigo Coca / Corinthians

Segundo os advogados do jogador, Ramiro buscou um acordo amigável com o clube, assim que o vínculo se encerrou, mas não teve sucesso. Assim, o atual jogador do Cruzeiro optou por buscar a Justiça.

Ramiro foi contratado em dezembro de 2018 pelo Corinthians, vindo do Grêmio. Em 2019, foi campeão paulista. Depois, ficou por um ano emprestado ao Al Wasl, dos Emirados Árabes, retornando para a equipe em junho de 2022. Nos meses finais, fez 14 jogos. Ao todo, pelo clube, foram 120 jogos e seis gols.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo