FutebolBrasileiro - Série A

Presidente do Atlético-MG critica “cláusula” que Corinthians e Flamengo tem no modelo da Libra

O debate para a criação de uma nova liga brasileira ainda gera debates entre os clubes. Atualmente, os clubes têm se dividido em dois blocos, de um lado a Libra, e do outro, a Liga Forte Futebol. Na primeira, uma “cláusula de estabilidade” para Corinthians e Flamengo foi criticada pelo presidente do Atlético-MG, Sérgio Coelho.

Desenvolvido por365Scores.com

O mandatário afirmou não se justifica os dois clubes não terem redução em suas arrecadações de cotas de TV no modelo da Libra.

“A título de exemplo: o Flamengo recebeu de Pay-per-view R$ 170 milhões. O Cuiabá, que foi o que menos ganhou, ganhou só R$ 146 mil. O Flamengo recebeu mil vezes mais. Com a lei do mandante, não justifica dar essa garantia”, afirmou o presidente do Atlético-MG.

“Um ponto que não concordamos, e é sensível, é que Flamengo e Corinthians querem uma garantia durante cinco anos de ganhar no mínimo o que eles ganham hoje. E explico: no fim de 2024, acabam os contratos dos clubes da Série A com a TV. Quando foi feito o contrato no passado, ficou muito desigual”, disse Sérgio Coelho à “Rádio Itatiaia”.

“Porque ter essa garantia se estamos em uma liga com participações iguais? Claro, iremos respeitar que os clubes que têm maior torcida, maior apelo, e performance melhor, ganharão realmente mais. o Flamengo vai ganhar mais. Mas é preciso encurtar essa distância”, completou.

Redação 365Scores

A redação do 365Scores é atualmente integada por seis redatores. Entre nós, produzimos conteúdo sobre todos os esportes diariamente - desde as hardnews até os mais elaborados com fatos curiosos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copa do Brasil

Botão Voltar ao topo