FutebolBastidoresBrasileiro - Série D

Presidente de organizada do Paraná Clube tem morte cerebral após ser pisoteado por cavalo da PM

O presidente da torcida organizada Fúria Independente, Mauro Machado Urbim, teve morte cerebral nesta segunda-feira (1). O torcedor do Paraná Clube estava internado desde o último sábado, quando foi pisoteado por um cavalo da Polícia Militar (PM-PR) durante o intervalo do jogo entre o clube de coração e Cascavel, na Vila Capanema, pela Série D do Campeonato Brasileiro.

Segundo o “ge”, os aparelhos que o mantém vivo serão desligados durante a tarde para ver se há alguma reação. Mauro estava desde sábado em estado gravíssimo na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Trabalhador, em Curitiba.

A PM afirma que “foi necessária a imediata intervenção do Regimento de Polícia Montada” para impedir a invasão de aproximadamente 80 torcedores do Paraná ao local destinado para os visitantes no dia da partida. Em nota, também diz que prestou os primeiros socorros e que será instaurada sindicância para apurar o caso.

Em publicação nas redes sociais antes da morte cerebral, a Fúria Independente criticou a ação da PM. “Sem qualquer necessidade, de forma truculenta e covarde, a Polícia Militar, com seu Regimento de Polícia Montada, pisoteou o nosso presidente Mauro Machado Rubim. (…) Em momento algum houve confusão. Ou seja, nada justifica a ação violenta e criminosa da Polícia Militar. Além de que, nada justificaria atropelar com um cavalo e pisotear a cabeça de qualquer cidadão”, escreveu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo