Brasileiro - Série A

Associação Nacional de árbitros defende paralisação do Brasileirão após acusação de Textor

A Associação Nacional de árbitros (Anaf) defendeu a paralisação do Brasileirão após acusação de John Textor. Por meio do presidente Salmo Valentim, a associação divulgou uma nota oficial em que defende a paralisação do torneio.

Segundo a Anaf, as acusações de manipulação de resultados, feitas por Textor, colocam o VAR sob suspeita.

“É PRECISO PARAR O BRASILEIRÃO 2024 antes que façam o VAR virar caso de polícia. Tenho recebido inúmeros telefonemas de árbitros insatisfeitos e já há um volumoso grupo que deseja, em protesto ao que está ocorrendo, interromper o campeonato brasileiro já nas próximas rodadas”, inicia a nota.

“Tudo isso ocorre graças a um show de horrores onde o protagonista principal é o ex-afastado presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, que anda mais preocupado com o seu volumoso salário na entidade, do que, por exemplo, em pagar as ÁRBITRAS que estão trabalhando de graça para a CBF. Desde o ano passado, a arbitragem feminina atua sem receber em diversos torneios femininos nacionais. Isso mostra bem o retrocesso que sua gestão causa ao futebol e à arbitragem brasileira”, seguiu.

“Eu já disse algumas vezes que Wilson Seneme é despreparado para estar no cargo que assumiu sem nenhum projeto. Aliás, qual a formação acadêmica dele?”, completa a nota.

Textor em CPI de manipulação brasileirão
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Acusações de Textor colocam o Brasileirão em dúvida

Desde que assumiu a gestão do Botafogo, John Textor vem criticando o Campeonato Brasileiro. Com críticas aos árbitros e acusações de manipulação de resultados, o CEO do Alvinegro é alvo de polêmicas. A própria Anaf, por exemplo, já havia pedido o banimento de Textor após críticas a arbitragem.

Já sobre as acusações de manipulação de resultados, Textor atacou alguns clubes, principalmente Palmeiras e São Paulo, gerando mal-estar com a diretoria das equipes.

Apesar das acusações, Textor não chegou a apresentar provas, e por isso, acabou sendo banido pelo STJD. No entanto, o CEO seguiu comentando sobre as possíveis manipulações.

Mesmo assim, uma CPI foi instaurada para analisar manipulações de resultados. John Textor deu depoimento na última segunda-feira (22), e manteve seu posicionamento de que suas acusações eram reais.

Para saber todos os placares dos jogos ao vivo, entre no 365Scores! Fique por dentro dos históricos dos confrontos, notícias, estatísticas, elencos e muito mais!

Redação 365Scores

A redação do 365Scores é atualmente integada por seis redatores. Entre nós, produzimos conteúdo sobre todos os esportes diariamente - desde as hardnews até os mais elaborados com fatos curiosos.

Copa do Brasil

Botão Voltar ao topo