Outros EsportesVôlei

Mauricio Souza quer processar Globo, Casagrande e Andreoli após ser chamado de homofóbico

Após Walter Casagrande e Felipe Andreoli comentarem a respeito de um post feito por Mauricio Souza no Instagram, acusando-o de ser homofóbico, o jogador de vôlei decidiu processar os profissionais e a Rede Globo.

O post citado continha uma foto do novo desenho do Superman, da DC Comics, beijando outro homem, já que na nova versão dos quadrinhos, o super-herói é bissexual, e a legenda: “Ah, é só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar”, escrita por Mauricio.

Devido a repercussão do caso, Mauricio foi demitido do Minas Tênis Clube. Seu advogado, Newton Dias, disse ao “Notícias da Tv” que o processo contra os profissionais e a emissora deverá ser protocolado na justiça nos próximos dias, e que o jogador está muito abalado com o caso. 

google news Logo
Google Notícias

“No meu entendimento, o dano causado à imagem do Mauricio já é irreversível. No caso do Mauricio, o que ele fez foi uma reflexão. Não existe nenhum discurso de ódio, que inferiorize orientação sexual, nada disso. O que existiu foi uma reação de pessoas que estão imputando a ele o crime de homofobia”, disse Dias.

Casagrande e Andreoli não compactuaram com a intenção do post, e criticaram o jogador. “É crime, é covardia e é mau-caratismo. Principalmente e especificamente o Mauricio Souza. Esse cara, Mauricio Souza, é um homofóbico, preconceituoso, possivelmente racista, covarde e mau-caráter”, disse Casagrande no Seleção SporTV.

No Globo Esporte, Andreoli opinou afirmando que homofobia não é opinião, é crime e mata, além de criticar o jogador por ter feito a postagem supostamente homofóbica no Instagram, onde tem muitos seguidores, e pedido desculpas no Twitter, onde tem poucos.  “Outra coisa, essa questão não é política. Você não foi demitido do Minas porque é conservador, de direita ou religioso, nem por causa da lacração da internet. Você foi demitido do Minas porque foi homofóbico e, pelo jeito, não se arrependeu. Homofobia é crime e não se respeita”, finalizou Andreoli.

Redação 365Scores

A redação do 365Scores é atualmente integada por seis redatores. Entre nós, produzimos conteúdo sobre todos os esportes diariamente - desde as hardnews até os mais elaborados com fatos curiosos.

33556 Articles

1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo