FutebolFutebol Feminino

Artilheira, premiada e melhor do mundo: Saiba tudo da história de Marta, a rainha do futebol

O Brasil é conhecido por ter alguns dos melhores jogadores e jogadoras do mundo, sempre revelando novos talentos para o esporte, o mesmo solo que é de Pelé, também é de Marta. Seis vezes eleita a melhor jogadora do mundo, a atleta é destaque por onde passa. 

Conheça a história de Marta Vieira da Silva, a Rainha Marta, e saiba tudo sobre os prêmios e títulos da carreira com essa biografia completa que o 365Scores preparou.

De Alagoas para o Rio de Janeiro

Marta nasceu em Dois Riachos, município de Alagoas, no dia 19 de fevereiro de 1986. Criada pela mãe após o abandono do pai, a menina sempre gostou de jogar bola e até por isso estava sempre no meio dos garotos. 

Antes de se tornar jogadora profissional, Marta atuava em campos da várzea, disputando as famosas ‘peladas’, mas para sustentar a família vendia roupas, sacolés e aceitava diversos trabalhos para arrecadar mais dinheiro.

A jovem Marta disputava a Copa Infantil de Futsal também, ao lado de vários meninos, mas o risco dela se machucar era grande, visto a ameaça de alguns atletas que não aceitavam sua presença. Por isso, o técnico Luiz Euclides, o Tota, decidiu afastar a garota.

No entanto, suas habilidades chamavam a atenção, e Tota encontrou testes para a jovem no Fluminense e no Vasco, foi quando, com apenas 14 anos, Marta deixou o interior de Alagoas e partiu rumo ao Rio de Janeiro.

Nos primeiros minutos do teste no Vasco, Marta já havia sido aprovada. Ela se destacou perante as outras garotas presentes e nem chegou a ir fazer o teste no Fluminense. No Cruz-Maltino, a atleta permaneceu por três anos. No período foi emprestada ao Santa Cruz, de Minas Gerais, mas logo, o Vasco vendeu a jogadora para a Europa.

No velho continente, Marta defendeu o Umea IK, da Suécia, por cinco temporadas (2004 a 2009). Foi nesse período, inclusive, que ela ganhou pela primeira vez como melhor jogadora do mundo.

Depois, a jogadora partiu para os Estados Unidos, defendendo o Los Angeles Sol até 2010. Na época, a atleta ainda foi emprestada ao Santos, do Brasil, por três meses, sendo campeã da Copa Libertadores e Copa do Brasil feminina.

O FC Gold Pride e Western New York Flash, ambos dos Estados Unidos, foram as próximas paradas de Marta no futebol. 

Após uma passagem pela América, Marta retornou para a Europa, defendendo o Tyreso FF, da Suécia, de 2012 a 2014. Depois, a atleta se transferiu para o FC Rosengard, também do país europeu.

Por fim, em 2017, Marta chegou ao Orlando Pride, dos Estados Unidos, clube no qual a atleta defende até os dias atuais.

O brilho com a amarelinha

As boas atuações de Marta não demoraram para render a ela a convocação para a seleção brasileira. Em 2003, a atleta já ajudou a equipe a ser campeã dos Jogos Pan-Americanos. Título esse que se repetiu em 2007. Já nos Jogos Olímpicos, a Seleção foi vice-campeã em 2004 e 2008.

Já na Copa do Mundo, torneio conhecido por receber as melhores seleções do mundo, Marta ajudou a Canarinho a alcançar uma final em 2007, mas apesar do título não vir, a atleta ganhou prêmios do gol mais bonito da competição e também da artilharia do torneio, com sete tentos marcados.

Mulher de muitos títulos e prêmios

Marta é a rainha do futebol. A jogadora, seis vezes eleita a melhor do mundo, venceu o prêmio cinco vezes consecutivas de 2006 a 2010, já a sexta vez aconteceu em 2018. Até 2019, a atleta foi a única a vencer a premiação tantas vezes, contabilizando homens e mulheres. Depois, Lionel Messi igualou a marca da brasileira.

Marta também é a maior artilheira em Copa do Mundo, com 17 gols no total, superando o alemão Klose, que balançou as redes 16 vezes em Mundiais. Outro ponto favorável, é que a jogadora foi a primeira a marcar em cinco edições diferentes de Copas.

E de rei para rainha, Marta superou Pelé na artilharia da seleção brasileira, marcando até o momento 117 gols, contra 95 marcados pelo Rei do Futebol.

Veja todos os títulos conquistados por Marta

Clubes

Vasco da Gama: (Campeonato Brasileiro Sub-19: 2001)

Umea IK: (Liga dos Campeões da UEFA: 2003-2004/Campeonato Sueco: 2005, 2006, 2007 e 2008/Copa da Suécia: 2007/Super Copa da Suécia: 2003-2004)

Santos: (Copa Libertadores da América: 2009/Copa do Brasil: 2009)

FC Gold Pride: (Liga de futebol feminino dos Estados Unidos: 2010)

Western New York Flash: (Liga de futebol feminino dos Estados Unidos: 2011)

Tyreso FF: (Damallsvenskan: 2012/Super Copa da Suécia: 2012

FC Rosengard: (Damallsvenskan: 2014, 2015/Super Copa da Suécia: 2014, 2015, 2016/Copa da Suécia: 2016)

Seleção Brasileira

Jogos Pan-Americanos: medalha de ouro (Santo Domingo 2003 e Rio 2007)Copa América Feminina: 2003, 2010, 2018

Torneio Internacional Cidade de São Paulo: 2009, 2011 e 2012

Campanhas de destaque

Copa do Mundo de Futebol Feminino – 2º lugar (2007)

Campeonato Sul-Americano Feminino – 2º lugar (2006)

Jogos Olímpicos – medalha de prata (2004 e 2008)

Prêmios e conquistas individuais

Melhor jogadora do mundo pela FIFA: 2006, 2007, 2008, 2009, 2018

Bola de Ouro da FIFA: 2010

Copa do Mundo de Futebol Feminino Sub-20 Bola de Ouro: 2004

Copa do Mundo de Futebol Feminino Bola de Ouro: 2007

Copa do Mundo de Futebol Feminino Chuteira de Ouro: 2007″

Redação 365Scores

A redação do 365Scores é atualmente integada por seis redatores. Entre nós, produzimos conteúdo sobre todos os esportes diariamente - desde as hardnews até os mais elaborados com fatos curiosos.

33111 Articles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copa do Brasil

Botão Voltar ao topo