Outros EsportesVôlei

Jogadora de vôlei afegã teria sido decapitada pelo Talibã, diz jornal

Jogadora da seleção de vôlei do Afeganistão, Mahjubin Hakimi teria sido decapitada pelo Talibã no início do mês. Segundo o jornal “Persian Independent”, uma treinadora, que não revelou sua identidade, confirmou a morte da atleta de apenas 18 anos.

A jovem atuava pelo Kabul Municipality Volleyball Club antes de o Talibã tomar o poder no país. De acordo com a reportagem, após a morte da jogadora, sua família passou a ser ameaçada por membros da organização para que não divulgassem o ocorrido.

“Ela era apenas uma jogadora e não fez nada a ninguém para ser atacada. Nós todas estamos chocadas com o que aconteceu. Não conseguimos acreditar. Talvez a gente perca outras amigas”, disse uma ex-jogadora da seleção.

google news Logo
Google Notícias

No entanto, a morte da atleta de vôlei não seria a primeira no país. Em setembro, em entrevista à “BBC”, Zahra Fayazi, técnica e ex-jogadora da seleção afegã, denunciou outro assassinato. Ela afirmou, também, que ao menos 30 atletas estariam escondidas, buscando formas de deixar o país.

“Nós não queremos que isso aconteça com outras de nossas jogadoras. Elas, inclusive, precisaram queimar seus equipamentos esportivos para salvarem a si próprias e suas famílias. Eles (Talibã) não querem que elas tenham qualquer coisa relacionada ao esporte. Elas estão assustadas. Muitas das nossas jogadoras que são de províncias foram ameaçadas por parentes que fazem parte do Talibã e por seguidores do Talibã. O Talibã disse às famílias das nossas jogadoras para que não as deixem praticar esportes ou sofrerão com a violência”, disse Zahra Fayazi.

Redação 365Scores

A redação do 365Scores é atualmente integada por seis redatores. Entre nós, produzimos conteúdo sobre todos os esportes diariamente - desde as hardnews até os mais elaborados com fatos curiosos.

33553 Articles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo