FutebolOutras ligas

Jogador do Botafogo-SP pode ser preso por não usar preservativo

Três jogadores de futebol que atuam no Botafogo-SP, time da Série C do Campeonato Brasileiro, estão sendo investigados pelo crime de estupro contra uma mulher de 27 anos, no Rio de Janeiro. Segundo informações do “UOL Esporte”, um deles não teria usado a camisinha, contrariando os pedidos da vítima, e pode pegar prisão de dois a seis anos.

Mesmo que não tenha legislação para esse crime, o atleta pode ser enquadrado como estupro de vulnerável mediante fraude. O não uso da camisinha pode provocar a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis, além de uma gravidez indesejada.

De acordo com o relato à polícia, a mulher conheceu o argentino Lucas Delgado em uma boate na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. Horas depois, os dois teriam feito relações sexuais consensual em um hotel em Santo Cristo, região central. Segundo a vítima, o jogador não usou preservativo, o que não foi combinado entre eles.

O ato de retirar a camisinha durante a relação sexual ou não usar o preservativo sem a mulher saber é conhecido como stealthing. Apesar de não contar no Código Penal, a Justiça entende que o ato pode ser enquadrado no crime de violação sexual mediante fraude.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo