FutebolBrasileiro - Série A

Diniz termina partida sem jogadores de defesa e rebate: “Não mexo para piorar o time”

O Fluminense foi derrotado pelo Bahia por 2 a 1 pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Fernando Diniz voltou a ser questionado por suas improvisações. Na Fonte Nova, o treinador tirou todos seus jogadores de defesa e terminou a partida com cinco atacantes e cinco meias.

Para ele, não há alarde, uma vez que sua filosofia de trabalho sempre foi essa – seja nas derrotas ou em grandes conquistas, como a Libertadores de 2023. “A lógica é melhorar o time. Foi assim que melhoramos para ganhar do Internacional e ganhar a Libertadores”, iniciou.

“Obviamente que, se a gente tivesse os jogadores da posição que eu achasse que fosse ficar melhor, eu os usaria. Não mexo para piorar o time. Se aquilo lá foi bom, porque hoje é motivo de questionamento? O cara que tá criticando hoje, tem que criticar contra o Inter e não ganharia a Libertadores”, completou.

Ao longo dos 90 minutos, Fernando Diniz trocou Samuel Xaiver por Kauã Elias (atacante), Manoel por Douglas Costa e Diogo Barbosa por Alexsander. Meia de ofício, Martinelli foi escalado como zagueiro titular.

Fernando Diniz x torcedores

Nas redes sociais, torcedores e especialistas questionaram a atitude de Fernando Diniz em fazer mudanças tão bruscas no time. Para muitos, a filosofia do treinador ainda prejudicará o Fluminense em momentos importantes. Veja a repercussão:

Quer ficar por dentro de tudo sobre temporada do Fluminense? Visite o site do 365Scores e saiba confira a tabela de pontos atualizada, estatísticas, elenco atualizado, transferências e mais!

Desenvolvido por365Scores.com

Redação 365Scores

A redação do 365Scores é atualmente integada por seis redatores. Entre nós, produzimos conteúdo sobre todos os esportes diariamente - desde as hardnews até os mais elaborados com fatos curiosos.
Botão Voltar ao topo