Outros EsportesLutas

UFC 300: Poatan domina, Holloway faz história e Charles do Bronxs perde no limite

Aconteceu na noite de sábado (14) o tão esperado UFC 300. O evento, que celebrou mais de 30 anos da organização, contou apenas com lutas de peso – desde o card preliminar até o principal. Brasileiros de maior renome na atualidade, Alex “Poatan” Pereira e Charles “do Bronxs” Oliveira foram os protagonistas da noite.

Em sua primeira defesa de cinturão na categoria meio-pesado, Poatan enfrentou Jamahal Hill – aquele mesmo que tirou o cinturão de Glover Teixeira, treinador de Alex. A luta, no entanto, não durou muito e as expectativas foram confirmadas: dominância do brasileiro.

Neste sentido, com apenas 3:14 passados do relógio no primeiro round, Poatan acertou um cruzado de esquerda para apagar Hill. De imediato, o brasileiro provocou o adversário, que falou poucas e boas ao longo da semana que promoveu o evento.

Para ele, a provocação foi o “mínimo”. “Ali foi algo pensado. Falei para a minha equipe. Se acontecer o nocaute, eu iria fazer isso. Ele falou que me respeitava num dia, no outro faltou com respeito. Todo mundo sabe minha postura em cima do octógono. Sempre respeito o adversário. Ele me desrespeitou e foi o mínimo que eu podia fazer”, disse o campeão após vitória no UFC 300.

Mais do UFC 300

Do Bronxs perde em decisão dividida para “robô” armêno

Em luta que os juízes deram vitória para Arman Tsarukyan por decisão dividida, Charles Oliveira fez o possível e o impossível para voltar a vencer se colocar em posição de disputar o título dos leves mais uma vez.

Isso porque o maior finalizador da história do UFC teve não só uma, mas diversas oportunidades de finalizar Arman – que mostrou ser de aço. As submissões encaixaram e muitos acharam que o armêno chegou a apagar em algumas delas. No entanto, não sucumbiu e resistiu a pressão.

Com Charles mais cansado, Tsarukyan, sete anos mais novo, dominou o jogo de chão e acabou vencendo por 2 a 1 em decisão dividida. A expectativa é de que Charles perca a posição de número um do ranking dos leves na próxima atualização do Ultimate.

Holloway garante cinturão BMF e status de “abençoado”

Considerado uma verdadeira lenda por muitos dos fãs de MMA, Max Holloway confirmou ser abençoçado na noite de sábado. Em luta de cinco rounds pelo cinturão de “Baddest Motherfuck*r”, o havaiano dominou de ponta a ponta contra Justin Gaethje. No fim, coroou os presentes no UFC 300 com o nocaute da noite no último segundo.

Por conta do UFC 300 ser especial, a premiação bônus foi de 300 mil dólares (R$ 1,5 milhão). Holloway venceu por perfomance da noite e luta da noite. Jiri Prochazka também foi premiado.

Zhang reforça dominância na categoria feminina

Campeã incontestável, Zhang Weili passou sufoco no UFC 300 contra a compatriota Xiaonan Yan pelo título palha da categoria feminina. Mesmo com sustos, Zhang soube o que fazer e venceu por decisão unânime. Ela chega agora a um cartel incrível de 25 vitórias e apenas três derrotas.

Para saber todos os placares dos jogos ao vivo, entre no 365Scores! Fique por dentro dos históricos dos confrontos, notícias, estatísticas, elencos e muito mais!

Desenvolvido por 365Scores.com

Lucas Pires

Jornalista graduado pela ESPM do Rio de Janeiro que, além de compartilhar histórias, gosta de mostrar o lado curioso delas.
Botão Voltar ao topo