BastidoresBasticast

“Todo mundo gostava dele”, diz João Mércio sobre passagem de Renato Gaúcho no Flamengo

A passagem de Renato Gaúcho no Flamengo foi marcada por algumas polêmicas e eliminações, principalmente pela perda do título da Libertadores de 2021. Além disso, atitudes internas do treinador também incomodaram o elenco e a diretoria.

No entanto, diferentemente do que foi noticiado, João Mércio, ex-Fla TV e convidado do Basticast, revelou o clima amigável dos bastidores na época em que o técnico comandava a equipe.

Já conhece o Basticast? Acesse agora o link e fique por dentro dos bastidores da bola em 365 graus.

“Internamente, todo mundo gostava dele, até o Pedro, que era banco e não jogou nem a final da Liberta, ele entrou na prorrogação, sei lá. Até o Pedro tava feliz com ele. Todos os jogadores estavam felizes com ele. Quem tava na reserva, quem tava titular. O Renato Gaúcho deixava todo mundo feliz, e o Flamengo jogou pra c* a Libertadores de 2021. Se você pegar, foi só goleada”.

“Eu acho que ele tava fazendo um trabalho incrível. A minha opinião é essa: tava fazendo um trabalho incrível. Ele mesmo viu que tinha que sair porque a torcida inflama, irmão. O Renato Gaúcho não é qualquer um no futebol. Como jogador, era fenômeno, ganhou Mundial, foi campeão brasileiro pelo Flamengo”.

Porém o trabalho feito pelo treinador não foi do agrado dos torcedores. Para João Mércio, a principal razão foi a fala dita por Renato, ainda treinador do Grêmio, em 2019, durante o confronto da Libertadores, em que o Tricolor gaúcho foi derrotado por 5 a 1 (6 a 1 no agregado).

À época, durante a coletiva de imprensa, o comandante cutucou Jorge Jesus, a diretoria do Flamengo e ainda afirmou que a obrigação no duelo, válido pela semifinal da Libertadores, era do Rubro-Negro, que tinha investido R$ 200 milhões no elenco.

“O Flamengo gastou quase R$ 200 milhões em contratações. Parabéns para a diretoria do Flamengo que tem esse dinheiro e gastaram muito bem. Armaram um time muito forte, então eles têm obrigação de ganhar, sim. E é a mesma coisa o Palmeiras”, disse Renato, em 2019.

“Você quer que o Renato Gaúcho fale o que depois de tomar 5 a 1, na coletiva depois do jogo? ‘É, gente, eu sou um m*, Jorge Jesus me amassou, realmente eu não sou um bom técnico’. Não, aí ele fala ‘com R$ 200 milhões eu também ganharia’. Errado ele não tá. Com o Flamengo, ele também chegou à final, só não ganhou porque futebol é f*”, revelou João Mércio.

Além disso, o ex-jornalista da Fla TV afirmou que a presença da imprensa muitas vezes é prejudicial para o clube, principalmente em situações críticas.

“Eu sou jornalista, mas chega numa histeria e euforia que atrapalha. Se a imprensa não batesse tanto no Renato Gaúcho, talvez ele teria tranquilidade para ser campeão da Libertadores. E quase foi. Foi numa fatalidade”.

E completou: “O Flamengo poderia ter feito o melhor ano da história pós-81, e talvez não tenha feito porque a imprensa, a torcida e todo o ambiente ali deixaram todo mundo maluco”.

Sob o comando de Renato Gaúcho, o Flamengo também foi eliminado da Copa do Brasil na semifinal pelo Athletico-PR, o que contribuiu para a pressão sobre o técnico. A vitória do Palmeiras na final da Libertadores, entretanto, foi o estopim para ocasioar demissão do comandante antes do fim da temporada.

Ao todo, Renato comandou o Flamengo em 38 jogos, com 25 vitórias, oito empates e cinco derrotas, um aproveitamento de 72,8%.

Confira mais sobre os bastidores de Renato no Flamengo:

Fique por dentro de tudo o que acontece no futebol do Brasil e do mundo acessando o site do 365scores: resultado ao vivo, jogos de hoje em andamento, classificação atualizada, histórico de confrontos, desfalques e muito mais!

Desenvolvido por365Scores.com

Redação 365Scores

A redação do 365Scores é atualmente integada por seis redatores. Entre nós, produzimos conteúdo sobre todos os esportes diariamente - desde as hardnews até os mais elaborados com fatos curiosos.

33132 Articles

Botão Voltar ao topo