SeleçãoSeleção Olímpica

Ramon Menezes admite falha em objetivo da Seleção, mas pondera: “Tivemos o controle”

Na noite deste domingo (11) a seleção brasileira deu adeus às chances de se classificar para as Olimpíadas de Paris ao ser derrotada pela Argentina na última rodada do Quadrangular Final do Pré-Olímpico por 1 a 0. Após a partida, o técnico Ramon Menezes analisou a partida e o desempenho do Brasil na competição.

“Não conseguimos o nosso objetivo. Sempre soubemos da responsabilidade. Competição muito dura, ela mostrou o que já tínhamos passado. Sofremos agora também, mas dessa vez não conseguimos sair com o final feliz. Acho que eu como comandante tenho grande responsabilidade sobre tudo que se passou. Nessa segunda fase conseguimos fazer um bom jogo contra a Venezuela, contra o Paraguai não. Hoje tivemos o controle, mesmo a Argentina tendo mais posse de bola. Um jogo de detalhes. Em um lance de felicidade, eles fizeram o gol, uma jogada forte deles, já tinha alertado nossos atletas”, afirmou.

“O Brasil não foi campeão do pré-olímpico das duas últimas edições. É um torneio muito difícil, só duas vagas. Envolve todo um contexto. Isso aqui é praticamente uma pré-temporada. Futebol é detalhe, tem que ter muita atenção. Podemos matar o adversário, mas eles podem nos machucar. Na chance que teve, a Argentina fez o gol e nós não aproveitamos nossas chances. É frustrante, desagradável, iremos sofrer com o que aconteceu. Mas é levantar a cabeça. Essa geração é muito importante para o futebol brasileiro”, comentou Ramon Menezes.

“Ao longo da competição tivemos dificuldades. Não gosto de justificar, não tem bengala. Perdemos três jogadores que já entendiam o que se passa há algum tempo sobre modelo de jogo, variações. Tivemos dificuldade, mudamos a maneira de atacar, principalmente contra a Venezuela. A gente, naquele momento, encontramos uma variação. Mas temos nosso modelo, em determinados momentos nos pressionaram, tiraram nosso espaço na criação. Mas mesmo assim, nosso poder defensivo foi muito forte, tomamos uns gols que fugiram do que trabalhamos”, analisou o técnico.

No primeiro jogo do quadrangular final, contra o Paraguai, o time desperdiçou uma grande chance com Endrick, que perdeu um pênalti na metade do primeiro tempo, e viu o adversário marcar nos acréscimos. Na segunda rodada, a equipe comandada por Ramon Menezes venceu a Venezuela por 2 a 1.

A última vez que a seleção brasileira ficou fora das Olimpíadas foi em 2004, nos jogos de Atenas, em uma equipe que contava com Diego e Robinho.

E para saber tudo sobre resultados de futebol ao vivo, visite o site do 365Scores! Lá você encontra todos os jogos dos campeonatos, tabela de classificação e mais!

Desenvolvido por 365Scores.com

Botão Voltar ao topo