Outros EsportesSwell - Coluna de Surf

Margaret River: Tati avança direto às oitavas, e Luana vai para a repescagem

O primeiro dia em Margaret River, na Austrália, pela quinta e decisiva etapa do Circuito Mundial da WSL, teve apenas a categoria feminina na água. A brasileira Tatiana Weston-Webb avançou para as oitavas de final, enquanto Luana Silva terá que disputar a repescagem por uma vaga na sequência da competição. Uma nova chamada acontece às 20h15 (de Brasília) desta quinta-feira (11).

Por conta das condições ruins do mar, a organização do evento decidiu não colocar os homens na água no primeiro momento. Houve apenas baterias até a conclusão do round de abertura das mulheres.

Logo na primeira bateria, Luana Silva enfrentou a australiana Molly Picklum e a americana Alyssa Spencer. Sem encontrar boas ondas como suas adversárias, a brasileira somou 8.67 e acabou na terceira posição, caindo para a repescagem. Molly teve 11.33, enquanto Alyssa atingiu 10.66.

No round 2, Luana terá Brisa Hennessy, da Costa Rica, e India Robinson, da Austrália, como oponentes. Agora na décima posição do ranking, ela vive uma situação delicada para garantir sua permanência na elite.

Já Tati, na última bateria do round 1, entrou no mar contra Brisa e Isabella Nichols, da Austrália. Com um 5.33 pontuado nos minutos finais, a brazuca conseguiu a segunda posição com 9.56 em seu somatório e avançou junto com Isabella, que conseguiu 10.34 e foi líder. Brisa, com 8.60, foi para a repescagem.

A etapa de Margaret River é a última antes do corte de atletas no meio da temporada da WSL. Na categoria masculina, continuarão apenas os 22 melhores ranqueados após o fim do campeonato australiano. Na feminina, serão as surfistas do top-10. Vale lembrar que o pior resultado do ano é descartado na contagem.

Desenvolvido por 365Scores.com

Leonardo Rodrigues

Formado em Jornalismo e pós-graduando em Mídias Digitais e Gestão de Conteúdo, sempre fui apaixonado por esportes e levo isso para o meu trabalho.
Botão Voltar ao topo