Copa AméricaSeleção

Sem Neymar, Dorival fala sobre a importância de Vini Jr na Seleção: “Precisamos de protagonistas”

Após anunciar a convocação da seleção brasileira para a Copa América e amistosos, Dorival Júnior, através de uma coletiva de imprensa, comentou sobre a importância de Vinicius Junior para a equipe durante a ausência de Neymar. Apesar do ótimo momento do jovem do Real Madrid, o treinador acredita que a “divisão de responsabilidades” é mais vantajoso para o elenco.

“Precisamos de protagonistas e não só de um único. A divisão de responsabilidades vai fazer nossa equipe crescer. É importante ter jogadores desse nível juntos. Temos que fazer, dentro do próprio grupo, que aflorem responsabilidades de cada um e o principal, que todos estejam desenvolvendo o seu melhor” disse Dorival.

Dorival ainda aproveitou para falar sobre a quantidade de faltas que Vini Jr deve sofrer durante a competição da Conmebol. O técnico acredita que o atacante do Real “será caçado” e que “isso é natural”.

“Isso é natural, saber se defender de situação dentro do campo. Que ele será caçado, acredito que sim, mas tem capacidade suficiente para encontrar caminhos que poucos encontram. Isso tem feito a diferença, fazendo o futebol do Vinicius vistoso e objetivo”, disse.

Vini
Vini Jr em jogo pelo Brasil / Foto: Vitor Silva/CBF

Além disso, ainda sobre o setor defensivo, Dorival Junior falou sobre a convocação de Evanilson, chamado pela primeira vez para defender a Amarelinha. Segundo o comandante, Richarlison se lesionou nesta manhã (10), e o atacante do Porto recebeu a oportunidade.

“É um jogador que vem chamando a atenção. Tem entendimento claro da função que executa. Sai para ser um homem completamente à frente da área como também infiltra nos momentos que atacamos pelos lados. É um jogador muito interessante. Se fizer como no clube, será uma gata surpresa. Nos surpreendeu nas nossas avaliações. Já era um nome comentado na primeira convocação e agora, em função de uma lesão na manhã de hoje com Richarlison, passa a ser um jogador com quem contamos” explicou.

Já pelo setor defensivo, Dorival Jr falou sobre as ausências de Thiago Silva e Casemiro, além da convocação de Militão, que se recuperou de lesão recentemente. Vale lembrar que o zagueiro foi contratado recentemente pelo Fluminense.

“O Militão está à disposição e está sendo inserido aos poucos. Podemos ter uma possibilidade de recuperação total, se já não aconteceu. Dificilmente seu treinador alteraria a equipe em função da recuperação dele. Tenho um conhecimento grande dele, da sua capacidade e das suas condições, e tenho certeza que chegará bem”, iniciou.

“O Casemiro merece o respeito de todos nós. Há três meses, disse o que esperava dele. Ele sabe muito bem o que penso dele. Amanhã farei um contato com ele, colocando aquilo que acredito que possa acontecer futuramente. É um jogador que merece consideração e que continuemos acreditando num atleta desse nível. O mesmo com o Thiago, com quem falei há 10 dias atrás. Tem história na seleção brasileira e tem que ser respeitado. A não convocação é em razão daquilo que acreditamos neste instante”, concluiu.

Éder Militão na Seleção
Éder Militão na Seleção / Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Veja outras falas de Dorival Jr:

“Que vá conhecer a Disney, mas o principal que vá para os EUA focado no objetivo que temos. É um processo natural. Como o Abel falou, é natural que tenha motivos para colocar. A evolução acontece. O Endrick foi protagonista de uma grande conquista do clube há alguns meses, entrou bem nos amistosos e pode evoluir. Espero que aconteça aqui dentro e se sinta cada vez mais confortável”, sobre Endrick.

“Essa tema liderança é importante. Surgiram algumas outras na primeira convocação. A principal: a postura do Danilo. A representatividade que teve nesse novo grupo foi importante. Paquetá, Guimarães e outros que se apresentaram. O ambiente criado no primeiro grupo nos chamou atenção. Nos enche de orgulho de ver trabalhando sem vaidade, querendo o melhor para a Seleção. Os que foram deixaram um ótimo recado, podem voltar a qualquer momento. Fabrício Bruno, por exemplo, foi na segunda e atuou nas duas partidas. Não há regra única e clara. Avaliamos uns 60 jogadores, todos muito bem avaliados. Podemos errar na concepção de um outro ou outro, mas quero uma seleção que vista uma camisa pesada como da Seleção, encare essa situação e faça a melhor Copa América possível. Se tivermos o melhor de cada um coletivamente, vamos ganhar muito”, sobre jogadores com experiência.

“Não podemos esquecer que tivemos 26 jogadores naquele momento e 14 jogadores lesionados. Vieram e deram uma resposta. Também temos que observar os que já estavam anteriormente. É uma mudança gradativa, mas propiciando que todos se apresentem. Muitos tiveram uma recuperação e uma possibilidade de convocação. Não desanimem, não deixem que seja definitivo. Temos grandes jogadores que não foram chamados”, Dorival, sobre representatividade do futebol brasileiro na lista.

“Imediatamente não, não o teremos nesse momento. Alterações podem acontecer. Teoricamente esse mesmo grupo nos acompanhará na Copa América”, sobre chance de Neymar jogar a Copa América.

Quer se manter atualizado sobre o resultado de todos os jogos de hoje? Visite o site do 365Scores e saiba os jogos em andamento pelo mundo, confira a tabela de pontos atualiza e mais!

Desenvolvido por365Scores.com

Nathan Carvalho

Faço parte da equipe Magazine do 365Scores. Apaixonado em esportes, eSports, gatos e açaí :)

78 Articles

Botão Voltar ao topo