BastidoresBastidores da bola

Caso Daniel Alves: jogador é condenado a 4 anos e meio de prisão por agressão sexual

O jogador Daniel Alves foi condenado por agressão sexual pela Justiça da Espanha. Em sentença histórica, a juíza Isabel Delgado Pérez determinou quatro anos e meio de prisão ao brasileiro. A decisão cabe recurso para ambas as partes.

Além disso, foi imposto ao ex-lateral um período de cinco anos em liberdade vigiada, que deve ser cumprido depois da pena na prisão. Ele deve se manter afastado da casa ou do local de trabalho da denunciante por pelo menos um quilômetro e não entrar em contato com ela. 

Daniel Alves também deve pagar uma indenização de 150 mil euros (R$ 805 mil) por danos morais e físicos e arcar com as custas do processo.

Em comunicado, a Justiça declarou considerar que “ficou provado que a mulher não consentiu e que existem elementos de prova, além do testemunho da denunciante, para entender comprovada a violação”.

“O tribunal considera provado que “o acusado agarrou abruptamente a denunciante, a jogou no chão e, a impedindo de se mexer, a penetrou pela vagina, apesar de a denunciante ter dito que não, que queria ir embora”. E entende que “isso cumpre o tipo de ausência de consentimento, com uso de violência, e com acesso carnal”, diz um trecho da nota.

Os advogados do brasileiro pediram que fossem aplicados como atenuantes: intoxicação alcoólica, reparação de dano via pagamento de 150 mil euros (R$ 801 mil), e violação do direito fundamental do acusado (a defesa alegou que houve uma investigação inicial sem conhecimento do atleta).

No entanto, apenas o pagamento da multa foi aceito como atenuante, e não a embriaguez. Daniel Alves mudou sua versão do depoimento cinco vezes.

Daniel Alves não esteve presente durante a leitura da sentença, embora tenha sido convocado na última quarta-feira a comparecer ao tribunal. Nela, estavam a promotora, Elisabet Jiménez; a advogada da vítima, Ester García; e a advogada de Daniel, Inés Guardiola. Após deixar o tribunal, a defesa do ex-jogador afirmou que irá recorrer à decisão.

O julgamento do atleta Daniel Alves foi realizado pelo Tribunal de Barcelona, seção 21, durante três dias: 5, 6 e 7 de fevereiro. O caso investigado ocorreu na noite de 30 de dezembro de 2022, em uma boate na capital.

E para saber tudo sobre resultados de futebol ao vivo, visite o site do 365Scores! Lá você encontra todos os jogos dos campeonatos, tabela de classificação e mais!

Desenvolvido por 365Scores.com

Redação 365Scores

A redação do 365Scores é atualmente integada por seis redatores. Entre nós, produzimos conteúdo sobre todos os esportes diariamente - desde as hardnews até os mais elaborados com fatos curiosos.

33063 Articles

Copa do Brasil

Botão Voltar ao topo