VôleiOutros Esportes

Camila Brait descarta retorno à Seleção: “Não vai dar mesmo”

Inscrita pelo técnico José Roberto Guimarães para a Liga das Nações, a líbero Camila Brait descartou o retorno à seleção brasileira de vôlei. A jogadora do Osasco, que está no Recife e foi eleita a melhor líbero da Superliga Feminina 2023/24, revelou, em entrevista ao “SporTV”, que as Olimpíadas de Paris não está em seus planos.

“Tenho dois filhos e fica tudo mais difícil. Eu não parei de jogar, mas Seleção fica distante para mim. Tem muitas viagens então fica muito longe, não vai dar mesmo. Torço pra Natinha e pra Nyeme. Temos chance de ganhar e eu vou torcer por elas”, afirmou.

Aos 35 anos, Camila Brait anunciou a sua aposentadoria da seleção brasileira após a conquista da medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio, sua primeira e última participação no evento, em 2020.

A seleção brasileira feminina tem estreia marcada na Liga das Nações no dia 14 de maio, contra o Canadá, no Maracanãzinho.

José Roberto Guimarães inscreve Camila Brait na lista

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) divulgou, na última terça-feira (16), as 30 jogadoras inscritas para a Liga das Nações 2024. O técnico José Roberto Guimarães, no entanto, anunciará as convocadas para o evento nas próximas semanas.

A lista conta com Natália Zilio e Camila Brait, atletas que anunciaram suas aposentadorias da seleção. A ponteira, campeã olímpica em 2012, anunciou, há dois anos, que, por motivos pessoais, havia tomado a decisão. A líbero, por sua vez, resolveu encerrar seu ciclo com a amarelinha após a conquista da medalha de prata nos últimos Jogos Olímpicos, em Tóquio.

Camila Brait com a camisa da seleção brasileira
Foto: FIVB

Para saber todos os jogos de vôlei ao vivo, entre no 365Scores! Fique por dentro dos históricos dos confrontos, notícias, estatísticas, elencos e muito mais!

Desenvolvido por365Scores.com

Duda Lima

Me chamo Maria Eduarda Lima, mas sou conhecida como Duda Lima. Formada em Jornalismo na PUC Rio, e estou prestes a conquistar a segunda Graduação em Publicidade e Propaganda. O esporte sempre esteve presente na minha vida por conta dos meus pais, principalmente quando o assunto é futebol e vôlei. Então trabalhar no mundo esportivo sempre foi um sonho para mim!

Copa do Brasil

Botão Voltar ao topo