FutebolBrasileiro - Série A

Emotivo, Fred agradece ao Fluminense, enaltece Diniz e revela motivo da aposentadoria

Apesar de sua despedida oficial dos gramados ser apenas no próximo sábado (9), Fred resolveu adiantar as festividades e marcou um gol contra o Corinthians, no Maracanã. Ao apito final, o atacante concedeu uma entrevista em que enalteceu o trabalho de Fernando Diniz e relembrou o motivo de estar antecipando a aposentadoria.

“Hoje o Fluminense joga o melhor futebol do país. O time que mais envolve, faz gols, menos toma. Diniz, eu te amo. Sei que você tentou fazer com que ficasse até dezembro, mas estou com problema nas vistas, não consigo mais jogar”, comentou.

Fred também valorizou a torcida e o presidente Mário Bittencourt. “Quando eu estava mais abandonado, enfraquecido, a única torcida que acreditou em mim foi a do Fluminense. Se alguém fosse escrever esse roteiro, não seria tão perfeito”, iniciou.

“Em 2019 eu estava querendo encerrar a carreira, e o Fluminense, na figura do Mário Bittencourt, me procurou. O Mário Bittencourt foi me buscar lá na roça. Eu estava me escondendo, envergonhado pelo rebaixamento do Cruzeiro”, completou.

A última partida na carreira de Fred será no dia 9 de julho, contra o Ceará, também no Maracanã. Todos os ingressos disponibilizados já foram vendidos. Com o gol marcado contra o Corinthians, o atacante atingiu a marca de 199 tentos pelo Tricolor Carioca.

Fred também alcançou marcas importantes. A primeira diz respeito ao total de gols marcados por apenas um clube no Campeonato Brasileiro, superando Pelé. Ele chegou a 102 gols, ficando atrás apenas de Roberto Dinamite (181 pelo Vasco), Zico (135 pelo Flamengo) e Luís Fabiano (108 pelo São Paulo).

Outra marca foi igualar Lula como o terceiro maior artilheiro da história do Fluminense no Maracanã. Ambos marcaram 65 vezes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo